Boletim

Permanência

2005        2006

JANEIRO FEVEREIRO MARÇO ABRIL MAIO JUNHO
JULHO AGOSTO SETEMBRO OUTUBRO NOVEMBRO DEZEMBRO

FEVEREIRO 2007

ATUALIZAÇÕES:

Boletim Permanência: nova formatação, agora dividido mês a mês.

Revista Permanência - Atualidades: Artigo do antigo chefe da espionagem romena contando como participou da operação de roubo e falsificação de documentos para que Moscou pudesse acusar Pio XII de colaboração com o Nazismo.

São Tomás de Aquino: Voltamos a publicar as Meditações: neste mês, textos para cada dia do tempo da septuagésima.

Gustavo Corção: novos textos: o valor da vida e Existem ainda educação e colégios católicos?

Site da Capela: Os benefícios do Jejum, extratos de conferências do Pe. Emmanuel-André OSB

 

NOTÍCIAS E COMENTÁRIOS:

Pio XII

A farsa chegou ao fim. Após revelações recentes de Ion Mihai Pacepa, ex-chefe de espionagem soviética da Romênia, ninguém mais poderá repetir as acusações à Pio XII sem aparecer como desinformado e atrasado. Está provado, tudo não passou de uma farsa promovida por Nikita Khrushchev para quebrar a enorme autoridade moral deste papa em particular, e da Igreja Católica em geral. A famosa peça "O Vigário" e todas as demais obras de acusação e calúnia contra Pio XII foram forjadas em cima de documentos falsos. A notícia é uma bomba, mas a imprensa mundial não falará dela.

Leia nossa tradução deste importantíssimo artigo | leia comentários de Dom Lourenço Fleichman
 

O Plebiscito Português

É surpreendente, nojento e um triste sinal dos tempos que em Portugal, uma das mais católicas nações do mundo, terra de Maria, se consiga aprovar o brutal assassinato de bebês nas urnas. É impensável que em Portugal, terra da Mãe, encontre votos o filicídio! 
 
O plebiscito foi uma trapaça: há 9 anos já fora feito um plebiscito em Portugal, e o NÃO (contra o aborto) foi vitorioso -- por que tornar a sondar a opinião do povo? É evidente que não se trata de saber a opinião do povo, mas de se tentar, uma vez mais, aprovar o hediondo crime! Nos próximos nove anos pretendem os governantes fazer novo plebiscito para ver se continua a mesma a opinião popular? Mudarão a lei caso o povo, voltando à razão, se decida majoritariamente contra o aborto? É evidente que não. 
 
O plebiscito anterior, realizado no ano 2000, foi invalidado pela alta taxa de abstenção: pelas leis portuguesas, é preciso que pelo menos 50% da população vote para que seja válido o plebiscito. Ora, no plebiscito de ontem (11/2/2007) mais da metade da população não votou, e pelas leis portuguesas, deveria ser considerado nulo. Não obstante, foi logo considerado válido o plebiscito! E mais: declaram os governantes terem pressa de votá-lo e colocá-lo em prática!
 
Se Portugal não o impediu, Senhor, Senhor, quem conseguirá? Aqui no Brasil o presidente Lula e seu partido, o PT, já se comprometeram formalmente com a implantação do aborto no país: comprometeu-se no programa de governo de seu partido e perante a ONU, que pressiona os países latino-americanos neste sentido... é preciso rezar.
 

Há 30 anos... Saint-Nicolas-du-Chardonnet

Em Paris há uma igreja não distante de Notre-Dame, Sainte Chapelle ou da Sorbonne: uma igreja situada no coração medieval de Paris, dois passos de onde ensinava Santo Alberto magno. Ora, esta igreja de rara beleza foi ocupada e resgatada para a Tradição. 

O fato ocorreu em 1977, quando fiéis comandados pelos padres Mgr. Ducaud-Bourget, Pe. Coache e outros entraram em procissão com o Santíssimo e começaram a celebrar a Missa de S. Pio V,  expulsa das igrejas então há 7 anos. Terminada a missa, começaram imediatamente outro ofício e mais outro. Existe na França uma lei que proíbe que um culto seja interrompido, além do fato das igrejas serem propriedades do Estado. Assim sendo não puderam retirar dali os católicos que só pediam uma igreja para celebrar o culto católico de sempre. É aí que vemos a coragem e a disposição desses "gauleses". Organizaram as vigílias noturnas, as cerimônias que não se interrompiam e não havia como retirá-los de lá. Começaram as negociações. A cúria diocesana perseguiu, furiosa, esses bons pais de família que lutavam pela sua fé. Conseguiram que se cortasse a luz, a água etc. Mas os advogados já estavam trabalhando. E hoje, São Nicolas du Chardonet é um bastião da fé tradicional no coração de Paris, em pleno Quartier Latin, ao lado da famosa avenida Boulevard Saint Germain e muito próximo de Notre Dame, Sainte Chapelle e da Sorbone.

Para celebrar a data, convidamos o leitor a assistir um trecho da "Grande-messe" nesta que é hoje a mais concorrida das igrejas parisienses. Recomendamos o vídeo sobretudo para os que jamais assistiram o Rito tridentino: http://www.youtube.com/watch?v=xK8jPgJeGuA 
 

PERMANÊNCIA no Almoço-Homenagem do Cel. Ustra.

 Foi com grande satisfação que nós da Permanência participamos, dia 25 de janeiro, no Clube Militar, do almoço em homenagem ao Cel. Ustra. Há hoje uma tentativa em nosso país de se reescrever a história do governo militar: já não se fala das inúmeras ações terroristas da esquerda contra o Brasil. Não se fala dos sequestros de aviões, embaixadores, industriais, das várias bombas detonadas contra civis, das centenas de mortos, do tráfico de armas, do assassinato gratuito de militares e camponeses, dos assaltos à mão armada, das invasões de domicílio, da corrupção da juventude. Como diz George Orwell, "Quem controla o passado, controla o futuro; e quem controla o presente, controla o passado". Numa espiral de mentiras, a população inteira é levada a se prostra perante canalhas e a vilipendiar os que cumpriram o patriótico dever de lutar contra os inimigos da Pátria.

 Aproveitamos para recomendar os leitores a página do Cel. Ustra: www.averdadesufocada.com
 

Rádio Conviccion, do Chile

O segundo programa em português, na rádio on-line do Chile, fala sobre a vida de Gustavo Corção. Entre na rádio.

 

 

Tempora mala sunt