EX ESPIÃO ROMENO CONFESSA: FOI TUDO FORJADO PARA INCRIMINAR PIO XII !

Há certos momentos da vida dos homens e dos povos que servem como pistas deixadas nos caminhos, para a História. Assim acontece com o artigo deste antigo chefe da espionagem romena, a serviço da KGB. É uma pista, um marco, que deverá estar presente, a partir desta data, em toda publicação sobre as acusações sofridas por Pio XII depois de sua morte. Leiam o texto, publicado na revista americana National Review, que traduzimos aqui, e concluam comigo: todas as defesas escritas, fotos, documentos, com que tentávamos convencer os homens de bem de que Pio XII nunca aceitara o Nazismo e nunca fora negligente para impedir o massacre dos judeus ficam como em segundo plano, diante da força do testemunho deste homem, diretamente envolvido na falsificação dos documentos que produziram, em Moscou, a peça "O Vigário", em 1963. A partir deste artigo de Ion Mihai Pacepa, não há mais como alguém manter as críticas a Pio XII sem aparecer como desinformado e atrasado. Que nossos adolescentes usem este texto diante dos professores de história, nos colégios, para confundi-los, quando vierem atacar a Igreja no caso do Nazismo.

Mais uma vez, aparece o comunismo internacional como uma religião do inferno atacando à morte a única Religião verdadeira. Mais uma vez vemos a que ponto chegava a maldade e a mentira daqueles que eram apontados como os salvadores da humanidade, mas que nada mais foram do que os exploradores e escravizadores dos homens.

São estas farsas que conseguiram inculcar no consabido, na opinião pública, que só faz repetir como papagaios aquilo que é manipulado a partir dos centros de domínio da humanidade, que passava por Moscou, mas que hoje parte da ONU, do G8, da Bildeberg e de outras reuniões dos poderosos do planeta: é assim que vamos perdendo a guerra na luta contra o aborto, vamos tendo de engolir a moral anti-cristã, contra Deus, destruidora da família, dominados por um mundo pervertido, comandado pelas forças do mal.

Ao mesmo tempo, para nós, católicos, fica a certeza de que Nosso Senhor é quem nos trará a vitória, a seu tempo, se nós perseverarmos na vida da graça, na oração, e no combate que nos é dado combater.

Dom Lourenço Fleichman OSB

Para sair feche esta janela